Amor Haldol

tumblr_on0l61oyme1tu8r42o1_1280

 

“Fui um homem afortunado; na vida nada me foi fácil”.
(Sigmund Freud)

Esperei por você minha vida inteira e, no caminho, uma feiticeira me disse: O que é para ser seu, vai só te fazer bem.

Cada trajetória é um risco. Lavei o rosto, protetor solar, base com uma cobertura leve para pele oleosa, protetor labial, batom nude. Aí eu pedi proteção, coloquei uma camiseta preta bem fresca, um short jeans e um par de botas com um salto discreto, aliança, amuleto (no meu peito nunca faz frio) e desci para rua da feira para tomar um café da manhã caprichado.

Semana santa, um peixe, uma onça. A cigana disse para investir em alimentação ao invés de se entupir próximo ao suicídio de remédios. É que o belo demora e é tão difícil encontrar, ela disse. Tenho paciência e adoro obstáculos, eu respondi. A vida funciona melhor quando se gosta dela.

Nós confiamos em quem somos e amamos. Você tem que andar com quem seu coração aplaudiria, pediria um autógrafo, desafiaria o poder da rainha de copas para não cortarem sua cabeça.

Meu bem, ande comigo. Era para repetir três vezes. Caminhe comigo. Esteja ao meu lado. Tenho todos os defeitos loucos possíveis. O maior deles: Não sei roubar; não sei nem furar fila, nem ocupar um lugar que não me pertence.

Sei de nada não.

E me disseram que quem não gosta de cozinhar, não gosta da vida. Ganhei lindos limões galegos e na rua feira, depois de beijar você, preparei um banquete com a sobra da doença do povo.

foto: Out Of Me

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s