Muro de Brasília/Morada do Sol

tumblr_o1pp0fTXJA1tlyxhbo1_400

 “Ninguém é suficientemente competente para governar outra pessoa sem o seu consentimento”.

(Abraham Lincoln)

Perguntaram-me quem era o homem da relação dentro do meu casamento.

E com você e sua esposa, quem é que é o macho?

Quanta bobagem. E quem se importa quem é quem? A vantagem do matrimônio entre dois deuses que se amam: Companhia para jogar videogame, sempre. Alguém, ininterruptamente, para rir das nossas piadas; dividir o primeiro pãozinho quente e o café; contar com um super-herói para batalhar; aquele abraço bem apertado quando quase tudo parece falhar nessa vida.

A crise são os outros, você disse. Nosso sangue é vermelho, Arturzinho. Reinicia esse golpe. Lute. Lute, querido. Quero saber como nascem os sonhos, por favor. A arte está sempre surpreendendo. Somos artistas. Uma ideia realmente boa para encontrar o sucesso: Divirta-se. Suavidade, força, delicadeza, inteligência. Que diferença eu faço no mundo?

E o nome das sete entidades foi evocado naquela manhã de ouro no quintal da casa de dois andares na rua M, Morada do Sol. Domingo histórico para o mundo. Eu comia uma fruta que eu peguei no caminho voltando da Rua Direita. Fui visitar uma grande amiga. E limões colhidos de lá, gelo, gelo, gelo, sem açúcar. Melão, limão, farinha de linhaça, aveia, sem álcool no copo. Canudo. Recomendação da minha dermatologista e um desafio: Sete dias sem álcool. Semana da beleza. Ameixa, abacate, melão, laranja pera, banana prata, abacaxi e maracujá na sacola maxibag made in USA no lugar de algumas garrafas de vinho. Vinho? A quem estou enganando? Essa bolsa nasceu com cheiro de marafo brabo, monamour. Quem é você na noite sem a companhia dela? Até estranhou o conteúdo sem graduação alcóolica. Ok. E um pote de doce de leite com coco. Seria minha vitória. Seria minha onda. Colher por colher direto da fonte. Bem devagar.

Sabe bicha, viver é quase sempre devagar. Respire. Beba ame goze. Beba homi desaguenda. Trabalhe pouco a pouco: Um degrau por degrau. Um andar de cada vez até chegar ao topo. E quando chegar lá, voe. Sorria e voe.

foto: german model

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s