Prestenção Rapá

-candy-cotton-candy-food-Favim.com-502620

 “O amor é a compensação da morte”. (Arthur Schopenhauer)

“Te amo ainda que isso te fulmine ou que um soco na minha cara me faça menos osso e mais verdade”. (Hilda Hilst)

Praça do Zumbi. Morada do Sol. Vila Isabel. Zona leste trirriense. Todo amor tem sua correspondência. Se eu digo que te amo, o mínimo que você pode fazer é me odiar. Mas o que acontece? Você gostou do meu amor e me aceitou assim. Louco. E era carnaval. Todo meu amor pelo carnaval. A maior festa do planeta. O carnaval da cidade é tão bom que é quase grátis. Coloquei minha fantasia e fui para rua sonhar outra vez. Fui ver os blocos, fui saber qual era do samba. Vi até enjoar e voltei para dormir. E voltei e voltei. Para mais.

Eu adoro samba. E água. E frutas. E todas as espécies. De música. E eu amo você. Quando você sorri para mim o que eu ouço é música. Quando você me chama de riqueza, eu entendo poesia. E quando você me beija, minha escola passa vitoriosa pela avenida. E eu fui. E eu vou para rua. E volto para os seus braços. Para ouvir pela milésima vez você dizendo que me ama.

O tesão está nas palavras. Não é você ou sou eu. O tesão está na sua alma. O que adianta ter um corpo musculoso e não ter encanto no balançar do seu vai e vem? Não inspirar samba enredo? O que adianta ser só bonito e não fazer ninguém sonhar com dias melhores pelo simples fato de ver você passando na rua? Sonhando de novo?

E ninguém se conhece. Esse é o mistério da vida. Foda-se o conhecer. Ninguém é de ninguém nessa porra. Quero minha liberdade.

Se as pessoas desejam o mal, desejam o pior, por que eu não posso desejar dias de sol? Chuvas de algodão doce e pirulitos de sete metros? Por que não posso desejar um mundo onde todos ouçam boas canções, saibam dançar e sorriam de verdade?

Remédio tarja preta para quê? Para que remédio para se espantar a tristeza?  Eu quero companhia melancólica também, uma cachaça, uma babi. Isso sim é alívio. Eu quero ser curado pelo seu amor. Eu quero você em mim me desafiando a desejar ser triste.

Eu disse, enquanto enchia nossos copos de batida, que não é preciso estar sorrindo o tempo todo para ser feliz. Nem sempre se ri porque você é alegre. Você pode rir por medo, insegurança, para se sentir aceito. Às vezes temos dúvidas. Ou opção melhor, talvez.  Sei lá. Às vezes durante nossa caminhada a gente para e admira a paisagem. E respira.

Às vezes, eu disse olhando para ele. Aquela pele negra, sorriso perfeito, aquela juventude toda me olhando também, me desejando, eu disse: Como eu sei que você me ama? Como eu sei que em retorno amo você?

Meu nego disse: Artur, o amor não se sabe. A gente sente. Ama-se porque é bom e só.

Eu: Como você consegue? Você me ama?

Ele: Aham e riu. O que ele quis dizer com aquele aham?  O que você quer dizer com esse sorriso? Ele disse: Cala a boca e me abraça forte. Vive a vida, porra. E eu o abracei. Abracei-o assim ó. Com direito a respirar fundo e sentir o cheiro bom do corpo dele. Aquele abraço de sentir que sim, eu posso amar. Posso sim ter amor.

A vida não é só os momentos que você perde a respiração. A vida não é só perder. A vitória é mais suave, mais gostosa. Não se perde amor. Se ganha. Não perdi tempo amando você. Eu fui um vitorioso por te adorar. Sim, te darei um abraço. Será um prazer, meu acalanto. Bom mesmo é conquistar o que se quer sem se esforçar. Conquistar porque se quis e pronto.  Toma amor o que é seu. E dessa vez ele sorriu. E fez meu coração bater mais forte. E finalmente eu percebi que talvez ele fosse bonito de verdade. Que a vida fosse boa para valer. E finalmente às 20h38 na Praça do Zumbi. Morada do Sol. Vila Isabel. Zona lesta da cidade de Três Rios choveu algodão doce e pirulitos de sete metros.

Foto: : *-*, candy, cotton candy, food

Anúncios

Um comentário sobre “Prestenção Rapá”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s