Melhor que Activia ou os 22 segredos mais quentes da sodomia que eu aprendi e não mais sofri de constipação intestinal

Parece mentira, mas tem dia que eu não tenho a menor vontade de beber. De otizar. De cair na mão do palhaço. Mas a bicha maldita que assiste a novela das empregadas charmosas, não resistiu e subiu de moto bofe para me contar a novidade. Meu namorado estava com outro no bar do Carlinhos. E o cara tava com a mão na perna dele. E eu estava vendo “Canções de Amor e Desamor” no Café Filosófico na TV Cultura. Perguntei-me: Putz! E daí se ele tá com outro?

Mas b-eeee-cha! Parecia uma cabrita… B-eeee-cha! Seu marido tá te traindo e todo mundo tá vendo. Coloca uma blusa e vamos lá fazer um escândalo.

Drama dessa estúpida vidinha de cidade do interior do Rio de Janeiro. Vamos lá então. Mas eu quero um casaco bem caro. Cadê meu italiano de 400 dólares? E o programa tava tão bom. Ai, veado. Você está me devendo uma cerveja. Duas ou três. Descemos.

Porra! Bar do Carlinhos lotado. Um som horroroso. Tá meu nego lá no canto com uma irmã com cabelo de luzes. E o pior: A bicha deve ter comprado um carro popular e parou de fazer academia. Engordou, porém continuava a usar baby look. Pedi um cigarro e seis aqués. Fabinho me dá um litrão. E dois copos.

Eu fiz muitos anos de teatro. Eu já fui o Rei Luís XVI numa peça do colégio. Fui até júri de um festival de teatro estudantil. E vi todos os filmes da Bette Davis. E tenho um Dior em casa guardado para quando eu ganhar um prêmio. Eu não faço escândalo. Eu faço amor. Conselho de bicha bem comida: Não faça um escândalo. A sua roupa linda não merece. Ignore. Mesmo que você vá para casa e chore ouvindo Nelson Gonçalves. Não faça escândalo. Pois nada é mais afrodisíaco vindo da pessoa que você ama que o desprezo.

Mas a outra queria que eu fizesse um escarcéu. Se fosse eu… A bicha jogou o veneno. E blá, blá, blá, blá. E faria isso e isso e isso. Ai… Vou fazer uma cena, mas da minha maneira. Filma no celular e joga no You Tube. Cinco, seis, sete, oito. Desfilei até a mesa do casal. Com a garrafa de Itaipava. E cigarro apagado. Aí coloquei a cerveja na mesa. Eles me olhando. A bicha lá torcendo para eu quebrar a garrafa.

Peguei o isqueiro dele. Era um isqueiro de marca. Zippo. Acendi o cigarro. Traguei. Soltei a fumaça. E travei o isqueiro. Enfiei no bolso do Made in Italy. E cinco, seis, sete, oito. Pista. Dancei, dancei, dancei. Sorri, sorri, sorri. Acendi outro cigarro para um bofinho de 16 anos do Palmital com o isqueiro Zippo dele. E tchau. Tô indo para casa fumar um.

E não deu em outra. Mais tarde ele bateu na porta bufando. Soltando fumaça. Fazendo o nosso escândalo  particular. E só me chamando. Só me querendo.

Anúncios

2 comentários sobre “Melhor que Activia ou os 22 segredos mais quentes da sodomia que eu aprendi e não mais sofri de constipação intestinal”

  1. final fabuloso! estou merecendo perdoa meu doce amor…chega de tanta dor chega de sofrer….kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk te amo escritor genial!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s