Oficina vazia é cabeça do Diabo

Peraí. Eu vou falar do meu tratamento psiquiátrico. É doloroso.

Acordei. Tomei dois medicamentos. É feriado nessa merda de país. Acreditamos em feriado.  Hoje a clínica está fechada. Aí eu acordei. Vi o Bom Dia Brasil. Ouvi Cazuza que o Supita (Sopita) me emprestou. Maria Bethânia. Folheei a Vogue especial Fashion Rio que eu ganhei de uma médica da clínica.

Porque o remédio me faz dormir cedo e Deus ajuda quem acorda cedo. Vou para clínica. Direto para a cozinha ajudar a preparar o almoço. A cozinheira é mãe do Mario Sempre Samba. O melhor puxador de samba do melhor carnaval do interior do estado. Taurina. Depois eu faço oficina de pintura. Ai, não. Eu só faço as oficinas de arte e corte e costura. Não me peçam pra fazer relógio porque, veado, eu não sei ver as horas que passam por aqui.

Almoço. Lavo todos os pratos e colheres e garfos. Bastante prato, colher e garfo para lavar. Escovo os dentes. E sigo meu caminho.

Peraí. Eu vou falar do meu tratamento psiquiátrico. É doloroso. Mas antes que eu escreva uma bobagem, ganhei uma vogue. Vogue especial Fashion Rio. Ganhei de uma médica da clínica. Não é tão doloroso assim.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s