Zaira escreveu…

Rei Artur

Na solidão ou no tumulto

Quando vem não é só um vulto

Se destaca

Príncipe da paz

Orgulho da diversidade

Ele é muito capaz

Delicado rapaz

Seduz com a humildade

Nas palavras: atitude!

Ser amigo é outra virtude

Abençoado rapaz

Passa por cima da dor que nem sentiu

Do debochado que nem viu

Nome de rei

Coroa e manto ele deixou pra traz

Gosta de natureza, insanidade e paz

Em suas imperfeições vejo qualidades

Inocência

Dignidade

Paciência

Ciências de bem viver

Beleza vem de dentro

Da alma e do coração

Não conhece o pecado

O homem sagrado

Tão simples e sofisticado

Me ensina essas coisas tão simples

Me ensina o que é mais puro

Menino encantado

Um ET que eu não quero perder

Um amigo de se fazer merecer

Que mexe tanto com a minha alma

Que me sacode por dentro

Que sabe fazer e acontecer

Me ensina que eu quero ser

Um pouquinho como você

Zaira Amorim, janeiro de 2007

Anúncios

Um comentário sobre “Zaira escreveu…”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s