Otimismo: Modo de usar

Pilha de roupas para lavar. Ih! Tá acabando o Omo Multiação. Tenho que descer e buscar outra caixa? Tenho que tirar minha roupa de mendigo e colocar uma roupa descente para comprar outra caixa?O que é uma roupa descente? E o que afinal é uma roupa?

A entrevista ocorreu bem. O que me motivou. E fui até outra empresa. Antes de entregar meu currículo, queria tirar uma dúvida. Mentira. Queria causar boa impressão. Eu disse que tinha uma dúvida sobre a página da empresa na internet. Me levaram até um escritório. Andei por lá com um crachá de visitante azul e branco.

Eu disse que na ficha da internet, o “trabalhe conosco” não havia um espaço para escrever sobre os trabalhos voluntários e os ecovoluntários. Ou para algum tipo de oficina ou palestra que você tenha feito/ assistido. Eu perguntei no “fale com a gente” duas vezes para tirar essa dúvida e até agora ninguém tinha me respondido.

O senhor que me atendeu, muito simpático, passou a informação/reclamação para o setor responsável. Em dois minutos outro senhor me deu uma resposta. E saiu.

O senhor: por que você quer trabalhar nessa empresa?

Eu: gostei da propaganda. Essa ideia da caixa como um presente e até mais importante que o presente. E eu gosto de embalagem. Eu gosto do valor (simbólico?) da embalagem.

Se embalagem não fosse importante andaríamos peladões pelas ruas. E mesmo as tribos que andam nuas, há sempre acessórios pelo corpo. Colares, pulseiras, brincos… E nas caixas de presentes, por exemplo, nota-se fitas, adesivos, cartões, laços. E laços cada vez mais elaborados. Pagamos caro por joias. Fazemos os menores biquinis do mundo e mesmo assim as meninas se enfeitam pra irem a praia. Queremos sempre parecer mais ricos do já somos. Melhores. E felizes.

O desafio da criação: Editorial de moda da revista Uma do mês de abril. Homeless Chic. O estilo dos moradores de rua visto lá fora nos desfiles da Westwood e na queridinha Balmain. Aqui na SPFW, lindo, lindo, lindo o desfile da Amapô. Que imagem queremos ter agora? Você reparou que andar feito um pé rapado é uma nova revolução francesa? Viram a capa da Vogue Itália?

Final da entrevista. O senhor pediu para eu voltar. Pediu para que eu procurasse ele na semana que vem. Semana que vem ele me daria uma resposta.

Antes ele me perguntou se eu, que era um garoto ecologicamente correto, via futuro nas embalagens descartáveis.

9% dos donos de I.phone confessaram que já fizeram carinho nos seus aparelhos. A embalagem do futuro fará com que a gente se apaixone.

Anúncios

Um comentário sobre “Otimismo: Modo de usar”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s