Quem vive de sonhos? (nov/07)

Puta que o pariu! a Finlândia virou os Estados Unidos. Um pais que era modelo a ser seguido, economicamente, um garoto pegou uma arma e matou a porra toda do colégio.No Brasil, um garoto comprou uma arma por cinquenta reais para matar os caras que estavam zoando com ele. Agora, fudeu. Estreiou nos cinemas brasileiros nessa sexta “Mandando Bala”. Mata mesmo. Por que não “roubando beijos” ou “Eu preciso dizer que te amo”? Parece que não há lugar para os sonhos num mundo industrializado e lotado de gente máquina. Pessoas sem desejos, não se pode ter medo, ficar doente, falhar. Máquinas não falham. Máquinas matam. Três mil suicídios por dia. Artista, doentes e vagabundos devem ser exterminados. Sonhar, delirar, adoecer, vagabundar são sinônimos nesse mundo de super-heróis e covardes que não sabem enfrentar seus medos. Apanhei quatro vezes esse ano. Meus desejos são os mesmos. Ou melhor, são maiores.

Amanhã tem Baby Art no MAM, Sampa. E vem você me dizer para eu acreditar no desamor? Leite com água oxigenada, brinquedos com GHB e ração na comida das crianças no refeitório de uma escola.Amanhã tem Baby Art no MAM e depois, vamos ter Machado de Assis no café da manhã. Acredito nisso.

As grandes empresas nascem desse desejo. Você precisa brincar.Ler “O Pequeno Príncipe” ou “Alice no País das Maravilhas”. Ainda há lugar para a beleza. Ou o vestibular ia acabar. Antes de estudar jornalsmo, você sonha em ser jornalista. Entra para faculdade, fica decpcionado, porém uma pergunta prevalece: que diferença eu faço? Meu anjo,meus anjos, a Tiazinha estudou jornalismo e Bruna Surfistinha lançou um livro que vai virar filme. Até o Luciano Huck lançou livro. O que eles lêem? Paulo Coelho?

A TV digital chegou. Taí para concorrer com o computador. Pesquisa, meu bem, é coisa de gente grande. As pessoas vêem de 5 a 7 horas de tv por dia.Não abrem um livro. Não comem uma página de um clássico da literatura. Vão obedecer. Nunca serão grandes.Mortos-vivos. Vendidos, perdidos. E depois eu sou o grande perdedor.Se eu fosse americano eu seria Loser.

Quando eu tinha 8 anos, eu queria ser escritor. Meus amigos todos estão envolvidos com literatura. Ou trabalham lendo alguma coisa, ou traduzindo ou mexendo com livros, mesmo se for de receitas. Diga-me com quem tu andas? Aos oito, meu sonho era ser escritor. Eu continuo escrevendo

Anúncios

Um comentário sobre “Quem vive de sonhos? (nov/07)”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s