sonho erótico

Ano 2065. Ganho o prêmio Nobel de literatura pelo meu último romance “Memórias da Puta Que o Pariu”.

Discurso de agradecimento:

– E agora? O que eu faço com essa merda de prêmio? Enfio no cu?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s