amor é doce de abóbora

 

 

A geladeira da casa do meu irmão pifou. E com o feriadão exagerado dessa semana complicou a vida deles para descerem numa dessas mega lojas de eletrodomésticos e adquirirem outra. Emprestei a minha para eles. Meu irmão depois pediu que eu olhasse o computador deles porque a máquina estava bastante lenta. Era só limpar o histórico. Problema resolvido, abri meu Orkut e vi uma mensagem do Roberto Junior dizendo que tentou me ligar sem obter sucesso. Deixou o número do telefone e eu retornei a ligação. Do outro lado da linha, uma voz gostosa, delicada e levemente malandrada. Depois que eu me identifiquei, sempre lembro do filme “Pequeno Dicionário Amoroso”, ele disse um longo “oi, Artur”. Pronto. Não vamos ser amigos. Perguntei em seguida de qual cidade ele estava falando. Duque de Caxias. Duque de Caxias? Conheci um negão com um corpo maravilhoso que me chama de maluco de Duque de Caxias?

 

Aaaaaaaaaaaaaaaaaa

aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

a-rrasou!

 

 

Nem liguei muito. Não me despertou nada. Até parece que eu gosto de Duque de Caxias.

 

Anúncios

Um comentário sobre “amor é doce de abóbora”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s